Foto: Luísa Orihuela Fotografia.

Muitas vezes, nós nos preocupamos tanto com o que os outros dizem de nós, que tomamos aquilo como uma “verdade”. No meu caso, disseram que eu estava gorda. Pior que não foi apenas uma pessoa. Alguns amigos, conhecidos e até aqueles com quem eu mal trocava algumas palavras diziam que eu estava “gordinha”. Não era raro eu ouvir: “Olha, vou te falar porque eu sou sua amiga (o) e gosto muito de você. Você está gorda!”. Algumas vezes, eu retrucava e dizia que era impressão, que eu podia estar fora de forma, mas não estava acima do peso. Mas, não satisfeitos, respondiam: “Você quem sabe! Só estou te alertando. Você está muito preguiçosa, tem que malhar, perder gordura, fazer dieta e deixar de comer os chocolates que você come!”. Comecei a realmente a acreditar em tudo o que me diziam e isso virou uma paranoia para mim. (mais…)