homem, poesia, eden picao, bonito, mulher, poeta
Eden Picão assina o blog Palavras Roucas.
Eden nasceu há 25 anos, em Jacundá, no interior do Pará. Desembarcou em Roraima há dez anos para cursar o Ensino Superior. De lá para cá, formou-se em Direito e atua como advogado no escritório que montou em parceria com seu irmão, Eduardo. Encontrou no Direito, uma profissão, mas por teimosia descobriu-se poeta. Lançou, em 2016, o blog Palavras Roucas, no qual traduz sentimentos em forma de palavras, emergindo com graça temas como amor, esperança e poesia. Vamos conhecer um pouco desse homem, que “teima em ser poeta sem diploma” e espalha “amores, desamores e reflexões intimistas inapropriadas para o horário nobre”.

notas, poesia, palavras roucas, roraima, notas sobre ela, zack magiezi, instagram 
Rapha:      O que motivou você a criar um blog sobre poesia? 
 
Até onde me lembro, desde a infância eu escrevo, mas nunca tive organização alguma sobre o que produzia. Perdi inúmeras notas, poesias, cartinhas de amor e etc. Então comecei a publicar no Instagram, no perfil @palavrasroucas, com o fim inicial de organizar e guardar tudo que fazia. Mas publicando eu percebi que o feedback das pessoas é empolgante. Ver os casais se marcando nos comentários, por exemplo, se declarando com as palavras que eu achava que só faziam sentido pra mim é emocionante e gratificante. Isso passou a ser outra – e talvez a principal – motivação.

Rapha: Como surgiu o seu interesse por poesia? 

Eu acredito que o mundo nunca precisou tanto de amor e todos nós temos um bocado pra doar. Então a poesia é o jeito que eu tenho de fazer minha parte. 
Bom, além deste romantismo de “espalhar amor”, a poesia me atrai também pela métrica e as rimas, que dão uma musicalidade agradável ao texto. Então a prefiro a outros estilos literários, mas às vezes a inspiração pode vir em forma de conto, crônica…
Outro ponto interessante do estilo é a subjetividade da interpretação que ela possibilita. Cada leitor, a partir de seu contexto – fático e sentimental – realiza uma leitura sobre o que está posto. A cada leitura, uma nova poesia surge.
Notas sobre ela, Poesia, Roraima, blog, poeta, notas, amor
Rapha: O modo como você expressa a poesia, em notas datilografadas, lembra muito o escritor Zack Magiez, do Notas para ela. Você buscou inspiração no modo dele poetizar? 
Conforme fui postando as imagens, fui estabelecendo um padrão textual e visual e, como a página é nova, ainda está em plena formação. O perfil do Zack, assim como Lucão, Matheus Jacob, Jey Leonardo e outros são, sim, grande fonte de inspiração e referência. 

Rapha: A maioria das suas postagens aborda sobre relacionamentos e o universo feminino. O que você escreve é inspirado em seus relacionamentos ou surgem de forma aleatória? 
 
Um pouco dos dois, eu acho.
Mulher tem uma poesia intrínseca que eu gosto de transcrever.
Meus relacionamentos, por óbvio, possibilitam que eu me aproxime mais delas e perceba isso com mais detalhes.
No entanto, muitos dos textos vêm pela observação de outros relacionamentos, de textos de outros autores e de músicas.
Poesia, notas sobre ela, zack magiezi, arte, roraima, notas, amor, palavras
Aqui remete ao livro Amor Líquido, do maravilhoso Zygmunt Bauman <3
Rapha: Ao contrário do que muita gente pensa, blogar com frequência dá muito trabalho. No seu caso, que aborda com subjetividades e vicissitudes, como você faz para postar com mais frequência se você depende da inspiração?

Sim, dá muito trabalho! Eu tento manter a frequência diária, mas nem sempre é possível, então as postagens acabam passando por alguns hiatos.

Normalmente, quando a inspiração aparece, um texto vem acompanhado de outros, então aproveito os rompantes e escrevo bastante de uma só vez. Acabo produzindo mais nos finais de semana, quando consigo me afastar um pouco do cotidiano de trabalho, e vou postando ao longo da semana.

Rapha: Por que você intitulou o blog de “palavras roucas”?
 
O título surgiu de um dos poemas que tinha pronto logo que inaugurei a página. A ideia é que palavras de amor tem que ser repetidas à exaustão, até que fiquem roucas.
Notas sobre ela, Zack Magiezi, poesia, amor, beleza, Roraima, Eden Picão

Rapha: Quais são seus autores preferidos? 
 
Nesse exato momento, Bukowski. Então pode ser que as Palavras Roucas fiquem um pouco mais ásperas e pessimistas (risos).

Rapha: Você pretende escrever livros no futuro? 
 
É uma ideia que está se formando. A postagem dos textos nas redes sociais é recente, então pretendo experimentar isso até ter maturidade e material com qualidade suficiente para merecer uma compilação e publicação física.
poesia, zack magiezi, poeta, roraima, notas sobre ela, zack magiezi, instagram, blog
Lindo, né? Espero que tenham gostado da entrevista! E que o mundo tenha mais palavras roucas!

Gostou? Deixe seu comentário

Comentários

2 Comentários em Eden Picão: o homem que escreve palavras roucas

  1. Lai Dantas
    17 de maio de 2016 at 03:13

    Encantada!

    • Raphaela Queiroz
      22 de maio de 2016 at 15:50

      Massa, né? Ele é muito talentoso! Bjos, minha linda e obrigada por você passar por aqui!