Setembro está batendo a nossa porta e com ele surge uma campanha mundial importantíssima, que visa conscientizar o público sobre a prevenção do suicídio. Criado em 2014, o Setembro Amarelo no Brasil surgiu por meio de uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria.

A proposta da campanha é divulgar a necessidade de se falar abertamente sobre suicídio e, assim, evitar o número de casos. O assunto, infelizmente, ainda é tabu, o que dificulta o acesso à informação sobre o tema. Portanto, o diálogo é necessário para salvarmos vidas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 9 em cada 10 casos de suicídio poderiam ser prevenidos. No Brasil, estima-se que 32 pessoas são mortas diariamente. Em Roraima, a partir de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério de Saúde, em 2013, houve uma média de 6,76 óbitos por 100 mil habitantes, estando acima da média nacional.

Os números assustam ainda mais ao observarmos o levantamento feito pelo Governo Federal no período de 2006 a 2010. Esta pesquisa indicou que Roraima é o segundo estado a apresentar, proporcionalmente, o maior índice de suicídios do Brasil. Foram 8,3 casos para 100 mil habitantes.

A imprensa tem um papel primordial na tentativa de reduzir esta realidade. O Conselho Federal de Psiquiatria lançou, em 2009, a cartilha “Comportamento Suicida: Conhecer para prevenir”, que é uma publicação voltada apenas para jornalistas. A ideia do órgão é orientar os jornalistas sobre como abordar o suicídio nos meios de comunicação e, desta forma, colaborar para a prevenção. É preciso sim informar, mas com responsabilidade e sem sensacionalismo.

Clique na imagem para fazer o download da Cartilha.

Conforme o manual do Conselho, “o suicídio envolve fatores socioculturais, genéticos, psicodinâmicos, filosófico-existenciais e ambientais”. A Cartilha aponta ainda que “a existência de um transtorno mental é considerada um fator de risco para o suicídio”.

Conversar, buscar informação e pedir ajuda são fatores que auxiliam na prevenção dos casos e a reduzir essa triste realidade, que só recentemente passou a ser encarada como um problema de saúde pública.

Outra Cartilha que pode ajudar muita gente! Clique na imagem e faça o download!  Informe-se!

Clique na imagem para fazer o download.

EVENTOS

I SETEMBRO AMARELO NA UFRR

Alunos dos cursos de Enfermagem, Psicologia e Medicina da Universidade Federal de Roraima estão organizando o I Setembro Amarelo na UFRR. O evento ocorrerá de 01 a 03 de setembro no Centro Amazônico de Fronteiras (CAF) e será gratuito.

Segundo Fernanda Dantas, acadêmica do 7º semestre de Psicologia, a iniciativa começou como uma forma de informar não somente a população como também a comunidade acadêmica. “Há dois anos, nós perdemos uma colega de curso e a gente percebeu que a nossa própria sala de aula, os nossos colegas, não conversavam sobre o assunto. Então, inicialmente, nós pensamos em fazer uma roda de conversa e a medida que nós fomos conversando com as pessoas, a ideia acabou crescendo e aí surgiu a ideia de fazer o evento na universidade”, disse

Elis Marques, aluna do 9º semestre de Psicologia, disse que a ideia serve como incentivo para quebrar o receio das pessoas conversarem sobre o assunto. “A ideia também surgiu porque nós percebemos que o assunto é tabu até mesmo dentro da Academia, pois o suicídio não é um tema retratado com frequência em sala de aula. Então, achamos importante falar sobre isso por meio do evento”, destacou.

A programação do I Setembro Amarelo da UFRR terá palestras, mesas-redondas, poesias e expressões artísticas. As Ligas realizarão eventos ao longo de todo o mês de setembro. Quem quiser se inscrever, basta clicar aqui: goo.gl/fOlteJ ! Participe!

As inscrições vão até o dia 30 de setembro!

Programação na UFRR! Começa dia 01 de setembro! As inscrições terminam dia 30 de agosto!

Jovens se mobilizam para prevenir o suicídio

Um grupo composto por jovens de diversas ideologias e religiões criaram o projeto “Intervenção Pela Vida – Viver é a melhor opção”, que será lançado no dia 10 de setembro, na Praça Mané Garrincha, a partir das 17h, com palestras e apresentações artísticas.

Durante o evento, profissionais de saúde vão ministrar palestras. Além disso, o projeto terá apresentações de grupos musicais, de teatro e de dança. No palco do evento, vão subir as bandas Ponto 40, Haris, Karmes-n, João 4.20, 7 Niggaz e grupo de dança Chara. Outras informações podem ser obtidas por meio dos telefones 95 99123-9433 e 99158-4604 ou pela fan page https://www.facebook.com/intervencaopelavida/.

Se você quiser saber outras informações a respeito da prevenção ao suicídio, acesse o site do Centro de Valorização da Vida: http://www.cvv.org.br/index.php!

O blog raphaelaqueiroz.com apoia o Setembro Amarelo!

Gostou? Deixe seu comentário

Comentários

Deixe uma resposta